Arranque do projecto de 3,5 milhões de dólares para apoiar 2570 famílias pobres

Noticias

O Banco Privado “BISTP”, e a Agência Fiduciária de Administração de Projectos(AFAP), são as duas instituições que vão executar o programa de apoio às famílias mais vulneráveis de São Tomé e Príncipe.

O Banco Mundial, é o financiador do novo programa de protecção social em São Tomé e Príncipe. Um programa avaliado em 3,5 milhões de dólares e que para o Governo, inaugura a experiência de implementação do rendimento social de inserção.

«Espera-se que aproximadamente 2.570 famílias recebam transferências em dinheiro, incluindo 850 agregados familiares que já fazem parte do programa Mães Carenciadas, mais outras 1.720 famílias distribuídas pelos 6 distritos e a Região Autónoma do Príncipe …» diz o projecto executado pela AFAP.

in Téla Nón

06.08.2019

Leia o artigo completo aqui.

Deixe uma resposta