Dia Mundial da Água

Noticias

O Dia Mundial da Água foi criado pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas.

  1. No total, 12% da população mundial não tem acesso a água potável
  2. Todos os dias morrem 4.500 crianças devido à falta de água potável
  3. Doenças relacionadas com a água causam 3,5 milhões de mortes por ano, mais do que as causadas por acidentes de viação e SIDA em conjunto

    O Conselho Mundial da Água, a 17 de março de 2017, declarou que:

Sem água não existe vida, nem alimentos ou nem desenvolvimento. Sem água, os países ou sociedades não podem desenvolver-se economicamente, culturalmente, socialmente e politicamente. O acesso à água é fundamental e tem um grande impacto nas nossas vidas – não só nas regiões diretamente afetadas de África, Ásia-Pacifico e certas regiões da América Latina, mas também em países desenvolvidos na Europa e América do Norte. A escassez de água potável pode contribuir para a fome, guerras e migrações irregulares e descontroladas.

Atualmente 319 milhões dos africanos da região subsaariana (ou 32% da população da região), 554 milhões de asiáticos (12,5% da população da região) e 50 milhões de sul-americanos (8% da população daquela região), não têm acesso a água potável.
De entre os países membro da CONSUMARE, a Guiné Bissau, Angola e Moçambique contam com percentagens entre os 40% e 50% de  população com acesso a água potável.

Água: Um alerta para todos os governos

Mundialmente, o custo total da insegurança da água para a economia global é avaliado em 500 mil milhões de dólares. Se for incluindo o impacto ambiental, este valor pode aumentar para 1% do produto interno bruto (PIB) global.
O Conselho Mundial da Água (World Water Council – WWC) lança um alerta a todos os governos para se concentrarem no tema da água e incentiva-os a contribuir com uma parte significativa dos seus orçamentos em projetos que disponibilizem água potável a todos no planeta. Um ponto fulcral, considerando que atualmente 12% da população mundial não tem acesso a água potável e as doenças relacionadas a água causam 3,5 milhões de mortes por ano.
Lembramos o Objetivo n.º 6 do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas: Acesso universal à água e saneamento só pode ser alcançado com um bom governo local, gestão sustentável dos recursos naturais e urbanização eficaz.

Água: um direito humano universal

Muitos países estão conscientes da importância da segurança hídrica. O direito à água e saneamento foi reconhecido pela ONU em 2010, dois terços dos 94 países inquiridos pela Organização Mundial de Saúde (WHO) em 2014 reconhecem a água potável e o saneamento como um direito humano universal inscrito na respetiva a legislação nacional. Mais de 80% relatou ter políticas nacionais em curso sobre água potável e saneamento e mais de 75% criaram políticas de higiene. Contudo, há ainda muito por fazer. É necessário um investimento anual de aproximadamente 650 mil milhões de dólares, de agora até 2030, para garantir que seja concretizada a infraestrutura necessária para alcançar a segurança universal da água.

Segurança da água: um investimento com retorno elevado

Continuando a sua missão de alcançar maior segurança hídrica para todos, o Conselho Mundial da Água está atualmente a organizar o 8.º Fórum Mundial da Água, o maior evento global relacionado com a água. Este evento irá contar com a presença de mais de 30.000 participantes, entre 18 e 23 de março de 2018, em Brasília, sob o tema “Partilhar a Água”. O último Fórum Mundial da Água juntou milhares de participantes de 168 países, incluindo nove Chefes de Estado, 80 Ministros e centenas de delegações oficiais de governos nacionais.

Sobre o Conselho Mundial da Água:

O Conselho Mundial da Água (World Water Council – WWC) é uma organização internacional de stakeholders, fundadora e coorganizadora do Fórum Mundial da Água (World Water Forum). A missão do Conselho Mundial da Água visa mobilizar para questões críticas sobre a água a todos os níveis, incluindo ao mais alto nível de decisão, as envolver as pessoas no debate e desafiar o pensamento convencional. O Conselho está focado na dimensão política da segurança da água, adaptação e sustentabilidade, e trabalha para incluir o tema da água no topo da agenda política mundial. Com sede em Marselha, França, e criado em 1996, o Conselho Mundial da Água agrega mais de 300 organizações provenientes de mais de 50 países. Mais informação em www.worldwatercouncil.org @wwatercouncil #wwatercouncil.