O que é e como prevenir o coronavírus

Noticias

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o novo coronavírus pode espalhar-se através de gotículas expelidas pela boca ou pelo nariz, por exemplo, quando a pessoa infetada tosse ou espirra, à semelhança do que sucede com outros vírus respiratórios, como o da gripe.

As ditas gotículas podem contagiar diretamente quem as respire ou atingir objetos e superfícies, que também podem servir de veículo de transmissão, se, depois de tocá-los, a pessoa levar as mãos aos olhos, ao nariz ou à boca ou aos olhos.

Aquela entidade lembra, porém, que as formas de transmissão não estão ainda totalmente esclarecidas e continuam sob investigação.

Os sintomas da infeção respiratória pelo COVID-19, segundo a DGS, são “mais intensos do que uma gripe e incluem febre, dor, mal-estar geral e dificuldades respiratórias, incluindo falta de ar”.

Não se sabe ao certo a origem da infeção, mas pensa-se que terão sido animais infetados, comercializados vivos no mercado de Wuhan, a transmiti-la aos seres humanos. Ao contrário do que inicialmente se pensava, é possível a transmissão entre pessoas.

Recomendações para viajantes

  • seguir as indicações das autoridades de saúde do país de destino;
  • evitar o contacto próximo com pessoas que sofram de infeções respiratórias agudas;
  • lavar frequentemente as mãos, tendo especial cuidado em fazê-lo sempre que contacte com doentes;
  • limitar o contacto com animais;
  • adotar medidas de “etiqueta respiratória”, como tapar o nariz e boca com um lenço de papel ou o braço (nunca as mãos), quando espirrar ou tossir, e lavar as mãos a seguir. O mesmo é recomendado depois de se assoar. Os lenços de papel devem ser usados apenas uma vez;
  • no regresso de viagens a áreas afetadas, os viajantes que, nos 14 dias seguintes, tiverem febre, tosse e eventual dificuldade respiratória, devem ligar para o SNS 24 e seguir as indicações. Não devem deslocar-se aos serviços de saúde por iniciativa própria.

Leia o artigo completo no site da DECO. 

 

Deixe uma resposta