Poupar com os mais jovens é ensinar a viver melhor

Membros, Noticias

Os hábitos financeiros devem ser incutidos aos mais jovens desde cedo. É fundamental explicar aos “miúdos” as vantagens de gerir bem o orçamento familiar e de constituir uma poupança ao longo da vida.

No dia-a-dia das famílias devem utilizar alguns detalhes para educarem financeiramente os mais jovens, valorizando os gestos simples para poupar e o valor do dinheiro.

1º Promover a definição de objetivos
Poupar deve ser efetuado em função de um objetivo específico e os pais devem ajudar os filhos na definição dessas metas, explicando inclusivamente a diferença entre objetivos de curto, médio e longo prazo.

2º Distinguir necessidade e desejos
Os pais devem ensinar os filhos a distinguir, desde cedo, as necessidades dos desejos e o essencial do supérfluo. No acto da compra devem transmitir o princípio de adquirir o que faz falta deixando para segundo plano o que é dispensável.

3º Oferecer mealheiros
Que tal aproveitar a semana da poupança para oferecer ou aproveitar materiais para construir um mealheiro para os jovens da família? Pode ser ainda mais criativo e construir vários mealheiros: Um mealheiro pode ser utilizado para a poupança de curto prazo, por exemplo a compra de um livro, outro para poupança de médio prazo, para uma bicicleta e outro ainda para a poupança de longo prazo, para ajudar nos gastos com os estudos universitários.
Sugerimos a oferta de mealheiros que sejam transparentes para permitirem ver o “crescimento” das poupanças. É estimulante para as crianças e até para os adultos.

4º Ajudar a fazer crescer a poupança
Quando o mealheiro destinado à poupança de médio/longo prazo estiver cheio, o dinheiro deverá ser aplicado para que continue a crescer. O momento em que se aplica o dinheiro deve ser um momento de comemoração. É importante que os filhos o acompanhem, para que lhes seja transmitida a ideia de que é um passo essencial para assegurar um futuro melhor.

Não se esqueça que uma das melhores formas de transmitir comportamentos é dar o exemplo. É importante fomentar a ideia de pôr algum dinheiro de lado, ter objetivos de poupança, é contribuir para que as crianças e jovens se tornem adultos responsáveis e prevenidos para o futuro.

Deixe uma resposta