Banco Mundial: “Nenhum país africano pode enfrentar esta crise sozinho”

Noticias

Com o mundo a enfrentar a recessão provocada pelas medidas de prevenção à pandemia de Covid-19, os países africanos estão particularmente vulneráveis a choques de mercado.

Deustche Welle, 16.abril

Economistas pelo mundo alertam para consequências terríveis. O chefe do setor do Banco Mundial dedicado a África, Albert G. Zeufack, revela nesta entrevista o que o continente pode esperar nos próximos meses, como a comunidade internacional pode ajudar e porque a crise provocada pelo coronavírus pode até mesmo apresentar oportunidades de reforma em algumas nações africanas.

Leia a entrevista na íntegra. 

 

Deixe uma resposta